Buscar
  • Talita Gantus

Resiliência


Foto: Bruno Fernandes



Tu se questiona sobre o meu poder Pragueja o meu sangrar Temes porque sabes Que se eu não quiser, não há sol que vai me queimar.

Tu engole mas não aceita E se questiona De onde tiro forças pra depois de dez tropeços,

onze vezes me levantar.

Tu não sabes do meu caminhar Do meu sorrir, meu sofrer, meu chorar A mãe lua olha por mim Mexe as águas Chama a gira de Iemanjá.

E aquele anjo esbelto Ao lado do orixá Que anunciou que o fardo era pesado Jamais imaginou Que a força que tenho é foz Que deságua tristezas E desfaz incertezas.

Tu só não podia imaginar Que eu, mulher, tomei consciência De que resiliência É ciência que me faz brotar.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 por Talita Gantus de Oliveira

Contato: tgantus@gmail.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now